Home  |  Contato Conosco  |  Quem Somos  |  Blog  |  Links Úteis




Diversão e Aventura

 

Observação de aves

Aves migratórias:

 



Foi registado um grande número de espécies de aves em Azraq, a maior parte das quais migratórias. A Jordânia fica na principal rota de migração entre a Rússia e a África e muitas aves param em Azraq para descansar da longa viagem. Várias aves de rapina fazem uma paragem para beber e caçar nos lagos durante as rotas de migração de Outono, como por exemplo o tartaranhão-apívoro ou o tartaranhão-caçador. Há ainda outras aves migratórias como por exemplo o combatente, o alfaiate, o pilrito-pequeno, o borrelho-de-coleira-interrompida e o borrelho-pequeno-de-coleira.


Aves de inverno:

 

Muitas espécies de aves ficam durante períodos de tempo mais longos, fazendo de Azraq a sua casa de Inverno. Uma das espécies é o grande e majestoso grou. Em voo, o grou parece enorme, com as suas longas asas, pescoço comprido e longas patas. Pode ouvi-lo à distância a emitir um som forte, nasal como um trompete, que anuncia a sua chegada. O grou migra em bandos de famílias, voando em formação em "V" ou em linha escalonada. Durante a Primavera, os grous executam uma magnífica dança de corte em que levantam a plumagem e soltam ruídos como trompetes, curvando-se fortemente. Também há muitas espécies de patos de Inverno, como por exemplo o tadorna, o pato-colhereiro, a marrequinha-formosa, a piadeira e o pato-real. No Outono ou no Inverno também pode avistar o galeirão a mergulhar em busca de caules de plantas e pequenas criaturas.

Aves nidificantes:

Com a recuperação do paul, várias espécies de aves regressaram para nidificar em Azraq, como por exemplo a calhandra-de-bico-curvo, o rouxinol-bravo, o verdilhão-do-deserto e a águia-sapeira. Os montículos de sal que se formam no terreno pantanoso durante a estação seca são zonas importantes para as aves nidificantes. O avistamento de um casal nidificante de pardilheiras, ave rara e mundialmente ameaçada de extinção, foi uma descoberta particularmente entusiasmante.
 



Experimente a cultura local
 

O povo de Azraq:
A região de Azraq tem uma história cultural rica devido à sua posição estratégica e aos recursos de água. Servia de paragem aos peregrinos que iam de Meca a Medina, bem como ponto militar para vários exércitos. Actualmente há duas aldeias perto da Reserva. Curiosamente, ambas as aldeias foram fundadas por pessoas que fugiram às perseguições religiosas na sua terra natal.

O norte de Azraq é predominantemente habitado pelo povo druso e o sul, pelo povo chechan.

Ambas as populações da aldeia dependiam das zonas húmidas que lhes forneciam água para a agricultura e pasto para os búfalos e cavalos. À medida que as zonas húmidas secaram, os aldeões começaram a mudar de ocupação, passando a prestar serviços, como por exemplo a fornecer restaurantes e lojas ao longo da estrada que liga a Arábia Saudita ao Iraque. A extracção de sal de Qa’al Azraq continua a dar trabalho a muitas famílias da aldeia.

Visita recomendada: A experiência cultural dos drusos e shishan:

experimente a comida tradicional e explore o estilo de vida local dos drusos. É preparada uma refeição tradicional numa das duas tribos. Visite a vila local e as quintas; descubra o artesanato inspirado pela natureza.
 

Para mais informações sobre esta viagem, contacte a sede da SRPN
Telefax: + 962 6 4616523/4616483.
 

Para marcações na Região de Azraq, contacte a Reserva das Zonas Húmidas pelo: Telefax: +962 3 3835225.