Home  |  Contato Conosco  |  Quem Somos  |  Blog  |  Links Úteis

Home >> Principais Atracções >> Azraq E Shawmari

       > As zonas húmidas da reserva natural de Azraq acolhem uma ampla variedade de aves autóctones e migratórias.

Print Friendly and PDF




 

RESERVA NATURAL DA ZONA HÚMIDA DE AZRAQ

Azraq é um singular oásis de zonas húmidas no coração do deserto leste semi-árido da Jordânia, uma das várias e belas reservas naturais geridas pela SRPN. Das suas atracções fazem parte várias lagoas naturais e antigas, um terreno pantanoso que é inundado conforme a estação do ano e um lodaçal conhecido como Qa'a Al-Azraq. Uma ampla variedade de aves faz uma paragem na reserva todos os anos para descansar das árduas rotas migratórias entre a Ásia e a África. Algumas ficam no Inverno ou reproduzem-se nas zonas protegidas das zonas húmidas.

A melhor altura para visitar Azraq é no final do Outono, Inverno ou do Verão. A água das chuvas cria com frequência lagoas e pântanos na reserva que continuam a atrair várias espécies de aves sazonais. O êxito das visitas para observar aves depende, em grande parte, da quantidade de água acumulada na reserva.
 

Geologia:

Azraq tem uma história geológica deveras interessante. Já foi um vasto oásis com as suas lagoas que são cheias por uma complexa rede de aquíferos alimentados principalmente pela zona de Jebel Druze no sul da Síria – as águas demoram 50 anos a seguir o seu rumo. À volta do oásis, há cerca de 60 quilómetros quadrados de silte, debaixo do qual existe uma grande concentração de As-Salt.

 

 

Os amantes da natureza serão atraídos para o deserto na Primavera, altura em que as chuvas trazem o verde às colinas e cerca de 2000 espécies de flores selvagens.

 



RESERVA DE SHAWMARI





A Reserva de Shawmari é um centro de reprodução de algumas das espécies mais em perigo e raras da vida animal do Médio Oriente. Nesta pequena reserva, há uma grande concentração de oryxes árabes, uma espécie que já esteve à beira da extinção. Também há avestruzes, hemíonos e graciosas gazelas do deserto. A população destes animais está a recuperar neste porto de abrigo onde estão protegidos dos caçadores e da destruição do habitat que ameaçavam a sua existência.

A Reserva de Shawmari tem uma variedade rica de plantas do deserto, porque a vegetação dentro da reserva está protegida do pasto intensivo das ovelhas e das cabras fora do seu perímetro. Shawmari contém um grande número de espécies de plantas, incluindo a Atriplex, alimento natural dos hemíonos e oryxes.
 




Visitantes e instalações:
 

Centro de Informação aos Turistas: É um ponto de recepção de visitantes onde podem encontrar informações e brochuras sobre a Reserva. Também há uma Loja do Turista onde se vendem recordações feitas na região, como por exemplo artigos de prata, ovos de avestruz decorados e produtos feitos a partir do junco.

Centro dos Visitantes: Tem um pequeno museu com uma variedade de materiais interactivos, apresentações de diapositivos e vídeos sobre a história e a vida selvagem da reserva. Fora do Centro há um espaço para fazer piqueniques e um recreio.
 

Torre de observação: Ver a vida selvagem é uma actividade entusiasmante para os amantes da natureza. A Torre de Observação é um local ideal a partir do qual podemos ver os vários animais da Reserva, como por exemplo o oryx, que pode ser visto de manhã cedo, preferencialmente. Este local também é excelente para observar aves, especialmente durante a época das migrações.



Safari do Oryx: Os visitantes têm a oportunidade de fazer um safari para ver em primeira mão os resultados no terreno dos esforços de salvamento internacionais envidados para salvar estes animais ameaçados. Os safaris na zona do oryx podem ser feitos nos veículos da SRPN.

Recintos de reprodução: Os recintos de reprodução de Shawmari também têm um pequeno jardim zoológico, o que faz da Reserva um local popular para as crianças e para as visitas de estudo escolares.