Home  |  Contato Conosco  |  Quem Somos  |  Blog  |  Links Úteis

Home >> Principais Atracções >> Ajlun
        > Os campos de Ajlun's vistos do cimo do castelo.
Print Friendly and PDF





As maravilhas e natureza do génio da arquitectura militar árabe medieval deram à Jordânia do norte duas das mais importantes atracções históricas e ecológicas do Médio Oriente: as extensas florestas de pinheiros da região de Ajlun-Dibbine e o altaneiro castelo Aiúbida em Ajlun que ajudou a derrotar os Cruzados há oito séculos.

O Castelo de Ajlun (Qal'at Ar-Rabad) foi mandado construir por um dos generais de Saladino em 1184 d.C. para controlar as minas de ferro de Ajlun e impedir que os francos invadissem Ajlun. O Castelo de Ajlun dominava as três rotas principais de entrada na Jordânia e protegia as rotas comerciais entre a Jordânia e a Síria, tornando-se num elo importante da cadeia defensiva contra os Cruzados que, debalde, passaram décadas a tentar conquistar o castelo e a aldeia vizinha.



O castelo original tinha quatro torres, frestas nas grossas muralhas, e era rodeado por um fosso com uma largura média de 16 metros e até 15 metros de profundidade.

Em 1215 d.C., o oficial mameluco Aibak ibn Abdullah alargou o castelo no seguimento da morte de Usama, mandando construir uma nova torre no canto sudeste e uma ponte cujas decorações com relevos de pombos ainda hoje podem ser vistas.

O castelo foi concedido, no século XIII, a Salah al-Din Yousef Ibn Ayoub, soberano de Alepo e Damasco e que mandou restaurar a torre nordeste. Estes esforços de expansão foram interrompidos em 1260 d.C., quando os invasores mongóis destruíram o castelo, mas imediatamente o sultão mameluco Baybars reconquistou a fortaleza e reconstruiu-a.

Dez soldados de Saladino guardam o castelo todos os dias da semana. Estão posicionados nos quatro níveis diferentes de entrada no castelo. Dois estão no cimo, onde voa o mameluco amarelo. E há escadas encostadas às muralhas para ajudar a criar esta atmosfera bélica.
 

 

Se tiver binóculos, traga-os na quando vier à Jordânia. Poderá apreciar as várias formas de vida selvagem nas reservas naturais e as vistas fantásticas a partir de locais como Ajlun.

 

Ajlun fica a uma curta distância de Jerash pela floresta e olival e tem vários locais antigos, incluindo azenhas, fortes e aldeias - tudo isto nas belas colinas e vales do norte da Jordânia.



Nas proximidades encontramos a Reserva Natural de Ajlun, uma zona protegida com 13 quilómetros quadrados de uma vida selvagem bela e variada. Dentro da reserva há duas cabanas e uma casa tipo chalet. A reserva é gerida e mantida pela Sociedade Real para a Preservação da Natureza da

On the Map

View Where to go in a larger map